Heterocromia: você sabia que essa condição atinge até os pets?

heterocromia-voce-sabia-que-essa-condicao-atinge-ate-os-pets

A heterocromia é uma anomalia genética na qual o indivíduo tem um olho de cada cor ou até mesmo um olho com cores diferentes.
Ela pode ocorrer nos seres humanos, mas também atinge gatos e cachorros.

Uma alteração cromossômica

A definição da cor dos nossos olhos se dá a partir da quantidade de melanina que eles possuem. Por exemplo, pequenas quantidades resultam na cor azul, já olhos com bastante melanina, em castanhos.
A heterocromia ocular acontece por causa de uma alteração no gene EYCL3 no cromossomo 15, que é o que indica a quantidade de melanina de cada olho.
Enquanto o gene EYCL3 gene define a cor, o gene EYCL1 é o responsável pelo tom da coloração, já que indica a quantidade de pigmentos de gordura dos olhos.

Os tipos de heterocromia

Essa tal alteração na quantidade de pigmentação da íris é bastante rara nos humanos, mas bem comum nos pets.
Você, com certeza, já deve ter visto algum cão ou gato com os olhos diferentes. Certas raças, inclusive, têm até mais chances de apresentarem a condição.
Existem três tipos de heterocromia:

  • Heterocromia completa
  • : cada olho tem uma cor diferente.

  • Heterocromia parcial
  • : o mesmo olho tem duas ou mais cores diferentes.

  • Heterocromia central
  • : o centro da íris tem uma cor diferente do resto do olho.

Cães x gatos

Conforme mencionado anteriormente, algumas raças são mais propensas a apresentarem a heterocromia.
Husky Siberiano, Dálmata e Pastor Australiano, por exemplo, são algumas das raças de cães nas quais a heterocromia completa é comum. Já a parcial pode aparecer em Border Collie, Dog Alemão e Corgi. Aqueles que tem o gene merle tem mais chances de apresentarem a heterocromia.
Mas vale lembrar que não necessariamente apenas os cachorros de raça apresentam essa condição. No caso dos felinos, é mais comum de acontecer a completa. Principalmente nos gatinhos de pelagem branca ou pelo bicolor que tenham o gene de mancha branca.
Gatos Persa, Angorá Turco e Bobtail Japonês são alguns dos que tem mais propensão de terem essa anomalia genética.
Apesar da diferença na coloração dos olhos, os pets que tem heterocromia costumam enxergar normalmente. No entanto, a alteração pode, em alguns casos, ter relação sim com problemas de audição e até mesmo alteração na vista do animal.
No caso da audição, a surdez em bichos com heterocromia é mais comum de ocorrer nos gatos, principalmente nos brancos. Apesar de a maioria ouvir sem nenhuma dificuldade, cerca de 30% dos bichanos brancos têm algum grau de surdez.
Com os cachorros até pode acontecer, mas não é muito comum.
Essa condição tão peculiar e que confere uma beleza tão rara e exótica aos cãezinhos e gatinhos, mesmo que não implique problemas de saúde para eles, não isenta os tutores de procurarem um veterinário regularmente para conferirem como anda a saúde do animal.

Fontes:
https://www.petlove.com.br/dicas/por-que-alguns-animais-tem-olhos-de-cores-diferentes
https://g1.globo.com/sp/sorocaba-jundiai/mundo-pet/noticia/2018/07/19/heterocromia-em-animais-chama-atencao-pela-beleza-mas-e-preciso-ter-cuidados.ghtml

Heterocromia em gatos e cães: uma condição peculiar

Cachorros com Heterocromia, o que é?

7 casos de heterocromia em animais e humanos

Quer saber mais sobre o seu animal de estimação? Então baixe o nosso app, fique por dentro de tudo o que ocorre no universo pet e tenha acesso a descontos exclusivos.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

Recent posts

Featured articles