Tipos de ossos para oferecer ao meu cachorro

enriquecimento ambiental

Costumamos ver em petshops e mercados, em geral, produtos que são vendidos como “ossos” para distrair nossos bichinhos, mas que, na verdade, podem ser extremamente prejudiciais para a saúde dos amigos peludos. Mas você sabe o motivo de ossos de couro serem prejudiciais para cães? O que podemos, então, dar para eles, com o objetivo de limpar os tártaros, distraí-los e, ainda, realizar enriquecimento ambiental? 

Veja o porquê dos ossos de couro serem letais:

  • Sua forma de fabricação utiliza várias químicas (como soda cáustica, amônia e até cola industrial);
  • Contêm aditivos sintéticos e são pobres em nutrientes; 
  • Podem causar engasgos, obstrução intestinal e até mesmo sufocamento;
  • Podem provocar diarreia e vômitos, por possuir baixa digestibilidade;
  • Ao serem mastigados e, em contato com a saliva, formam grandes pedaços que não são digeridos pelo organismo canino.

Mas o que posso oferecer para o meu pet que seja seguro?

  • Ossos/brinquedos de nylon, estilo Nylbone;
  • Casco de vaca ou chifres (costumo comprar na BitCão);
  • Ossos de verdade, mas, atenção: nem todos são permitidos! Veja a seguir quais tipos você pode oferecer para seu cão.


Ossos recreativos crus

Você sabe o que são ossos recreativos crus, ou ossos de verdade? 

São ossos vendidos em açougues ou feiras, que podem ser roídos por pets, e que ajudam a distraí-los e também a remover o tártaro.

Tipos que podem ser oferecidos:

  • Joelhos de boi (“rótulas”);
  • Vértebras;
  • Ossos da bacia;
  • Joelhos de porco;
  • Osso do peito de boi;
  • “Osso do acém”;
  • Pescoço de leitão ou de cordeiro;
  • Escápula (osso do ombro).

Prefira ossos arredondados e com alguma cobertura de carnes ou tendões.O tamanho deve ser maior que a boca aberta do seu cão, evitando, assim, que ele engula de uma vez.

É importante fazer o congelamento profilático dos ossos crus para evitar parasitos presentes: congele o osso durante pelo menos 3 dias no freezer antes de oferecer ao pet e descongele ele por 1 dia na geladeira antes de servir. Sempre ofereça o osso cru, nunca cozinhe! Após, aproximadamente, 45 a 60 minutos, retire o que restou e jogue fora, não congele novamente o osso para oferecer mais tarde e nem deixe exposto. 

Seguindo estas dicas e cuidados que passei, você garante que seu cão brinque tranquilamente, com muita diversão e livre de bactérias e riscos variados que ossos inadequados (como os famosos de couro) podem causar. Espero ter ajudado a garantir a brincadeira saudável do seu amigo peludo! Se tiver sugestões de outros produtos, conta pra mim! 

Para mais informações, indico o site Cachorro Verde: https://www.cachorroverde.com.br/ossos-recreativos/ 

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

Postar Comentário

Recent posts

Featured articles