Cinoterapia: você sabe o que significa esse conceito?

cinoterapia-voce-sabe-o-que-significa-esse-conceito

Os pets além de serem grandes amigos do ser humano, são benéficos para a saúde. Estudos comprovam que o convívio com cães e gatos reduz o estresse e combate a depressão, além de melhorarem significativamente a socialização.

Não é por acaso que vídeos de animais são tão assistidos e tão procurados na internet.

Justamente por esse motivo que foi desenvolvido um tratamento chamado cinoterapia.

O que é cinoterapia?

A cinoterapia consiste na interação com cães, gatos ou, em alguns casos, aves para o tratamento de questões da saúde física e mental.

Essa espécie de terapia apresenta algumas variações em sua nomenclatura como Terapia Assistida por Animais (TAA), Pet terapia, Terapia Facilitada por Cães (TFC), Terapia Facilitada por Animais (TFA) e Zooterapia.

Há também a Atividade Assistida por Animais cujo conceito é diferente dessas outras nomenclaturas. Nesse tipo de trabalho, os profissionais utilizam os animais como parte do trabalho e do tratamento. No restante das nomenclaturas, ocorre a recreação e a visitação dos pets através do contato direto deles com os pacientes.

Quais os benefícios da cinoterapia?

O primeiro grande benefício da cinoterapia é o sentimento de autonomia por parte do paciente, que passa a se sentir útil e necessário perto do pet, diminuindo sensação de solidão, como é o caso de pacientes que estão internados há muito tempo.

Quando o paciente recebe o próprio cão ou gato de estimação, ele se sente conectado de volta ao lar, o que ajuda muito na diminuição da ansiedade de retornar logo para casa.

A cinoterapia também auxilia no aumento da capacidade motora, melhora as defesas imunológicas, reduz a ansiedade, o estresse e as taxas de cortisol, podendo inclusive diminuir a necessidade do uso de medicamentos.

Além disso, a pet terapia auxilia muito na concentração no caso de crianças com Síndrome de Down, ajuda no aprendizado, melhora a circulação do sangue, reduz problemas cardíacos, é benéfico no tratamento da síndrome do pânico e transtornos pós-parto.

Como é realizada a cinoterapia?

Na cinoterapia são realizadas algumas atividades de interação com o cão ou o gato.

Uma delas é bem simples, trata-se de acariciar o animal. Esse tipo de atividade funciona como um calmante natural para o paciente. A presença do pet faz com que o paciente libere endorfina e serotonina. A primeira é um analgésico natural, a segunda é um hormônio com atuação no cérebro, que regula o humor, o sono e o apetite.

Outro tipo de interação com o animal consiste em escová-lo. Esse tipo de exercício ajuda na coordenação motora, fortalecimento dos músculos e alongamento. Para idosos é uma atividade importante, pois nessa idade há uma tendência a perder massa muscular.

Brincar com o animal usando acessórios também faz parte da cinoterapia e é uma atividade interessante, pois possibilita que o paciente dê comandos ao animal, além da diversão proporcionada por esse momento.

É importante ressaltar que o ato de aderir ao tratamento de cinoterapia deve levar em conta o gosto e a preferência do paciente por animais. Além disso, o tratamento de cinoterapia, é apenas um tratamento complementar, os medicamentos e as consultas com profissionais da saúde devem ser mantidos.

Conheça o app que notifica sobre promoções de produtos para o seu pet (disponível na Apple e Google Store). Temos a promoção ideal para o seu cão, gato, ave ou outro animal de estimação.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

Recent posts

Featured articles