Saiba tudo sobre lipidose hepática felina

saiba-tudo-sobre-lipidose-hepatica-felina

Entre as doenças que podem acometer os gatos, a lipidose hepática felina é uma delas. E para poder prevenir e saber como manter seu pet longe dela, é importante compreender melhor o que é e conhecer as causas e sintomas.

Assim, leia este artigo e saiba tudo sobre lipidose hepática felina para evitar que seu animal de estimação sofra com essa doença que pode ser grave e com consequências sérias.

Boa leitura!

O que é lipidose hepática felina?

Para começar, a lipidose hepática felina é uma doença considerada comum, porém grave. Ela se caracteriza pelo acúmulo de gordura em um dos órgãos mais importantes, o fígado.

Ao acumular gordura, o fígado pode ser comprometido e quando esse comprometimento está em mais de 50%, ocorre a lipidose hepática. O comprometimento acontece pela quantidade de células de gordura presentes no órgão do gato.

A causa dessa doença pode ser o excesso de peso que ocasiona acúmulo de gordura, porém não só isso, pois pode ocorrer quando o animal fica muito tempo sem comer. Sendo assim, o ideal é que o gato faça refeições com regularidade e não permaneça longos períodos sem se alimentar.

Além disso, é importante manter uma rotina saudável com prática de atividades físicas, pois assim quadros de obesidade são mais difíceis de ocorrerem.

Quais são os principais sintomas?

Entre os principais sintomas da lipidose hepática felina está a apatia, o vômito, a diarreia e a fraqueza. Além disso, essa doença também é comum apresentar icterícia, que é uma aparência amarelada na área dos olhos do felino, pele e mucosas em geral. Outro sintoma que pode indicar lipidose hepática felina é a anorexia.

Dessa forma, quando um ou mais desses sintomas forem vistos no seu gato, o ideal é procurar ajuda veterinária o quanto antes, para garantir que um possível diagnóstico seja realizado com rapidez e, se realmente for o caso, o tratamento seja ministrado com mais eficiência.

O tratamento costuma ser feito com alimentação, sendo indicada uma dieta especial. Além disso, também pode ser necessário utilizar uma ração diferenciada que é feita para esses quadros de lipidose hepática felina. Também pode ser preciso o uso de vitaminas e remédios, a depender de cada caso.

Considerações finais

Assim, é importante estar sempre atento às reações e atividades do seu pet para conseguir identificar possíveis mudanças de comportamento e verificar sintomas de doenças, como a lipidose hepática felina ou outras.

Além disso, manter a alimentação em dia e as vacinas é algo importante, o que pode ser feito com mais economia com uso de promoções e descontos pet para tornar o cuidado com o animal mais fácil de ser feito.

Ademais, rações de qualidade são uma boa dica para evitar o surgimento de doenças no fígado como a trazida hoje nesse artigo.

Por isso, baixe nosso app ainda hoje e tenha descontos pet para gatos e descontos cães na palma da sua mão, com novidades e serviços e produtos com preços especiais. 
Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

Recent posts

Featured articles