Pet ciumento? Saiba como melhorar a relação entre os pets

Portrait of British Short hair blue cat with yellow eyes. Resentful look, contrast light.

Você adotou ou quer adotar um segundo bichinho, mas seu cão é muito ciumento? Separamos algumas dicas para lidar com esse ciúme e melhorar a relação entre os seus pets. Continue lendo para saber mais.

Por que seu pet se comporta assim?

Muitas pessoas consideram que os pets são ciumentos porque querem mandar no dono. Esse é um mito comum. Na verdade, seu bichinho não quer mandar em você, ele apenas está protegendo algo que considera valioso.

Esse “algo” pode ser um canto no sofá, pode ser a comida dele, o brinquedo favorito ou até mesmo aquele osso que caiu no chão no churrasco.

O termo para isso é “potencial de retenção de recursos”. É o quanto seu cão está disposto a brigar para manter um recurso, que é o que ele considera importante.

Para alguns cães, isso pode ser o carinho e a atenção do dono, então acontece aquela cena bem comum de uma pessoa ou outro animal chegar perto e o cão começar a rosnar. O que ele não quer é perder a atenção e o carinho que está recebendo.

Como lidar com esse ciúme?

Se você deseja melhorar a relação entre os seus pets, tem que compreender, então, que o pet que está ali rosnando quando o outro se aproxima só não está querendo perder a atenção e carinho que está recebendo.

O que costuma acontecer é que você está com ele no colo ou ao seu lado recebendo carinho, chega o outro bichinho e você considera: “Ah, esse aqui já recebeu bastante carinho, vou passar para o outro”.

O que ele faz? Se torna agressivo para não perder as regalias (a atenção, os carinhos, os petiscos) para o outro bichinho.

Há atitudes que você pode tomar diante dessa situação: a primeira é ser firme. Em muitos casos, quando seu cachorro rosna porque alguém chegou perto, você simplesmente se afasta, então ele compreende que ser agressivo “dá certo”, porque ele consegue o que quer, que é ter você só para ele.

Então é preciso firmeza: o dono decide a hora do carinho, o dono decide a hora do petisco e o dono decide se aproximar de outro pet ou de outra pessoa.

Mas, ao mesmo tempo, é sua responsabilidade mostrar que está tudo bem, que ele não vai perder nada pela aproximação de outro cão ou de outra pessoa.

Então, toda vez que o outro pet chegar perto, redobre as atenções para o seu bichinho ciumento, dê petiscos para ele, faça com que ele perceba que não está correndo nenhum risco de perder aquilo que ele considera valioso.

Seu pet muito mais feliz

Quando seu pet começa a associar a chegada de outro bichinho ou de outra pessoa perto do dono com mais atenção, mais carinho e mais petiscos, ele vai perceber que a presença de outro animal ou de outra pessoa é algo positivo para ele e vai adorar a situação de companhia.

E aí, gostou desse conteúdo? Baixe nosso aplicativo para acompanhar dicas e promoções de produtos e serviços para pets e seus donos.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

Recent posts

Featured articles