É possível adestrar gato?

e-possivel-adestrar-gato

Os gatos são conhecidos pela sua independência e também pelos comportamentos quase sempre atípicos e curiosos. E é aí que mora o motivo pelo qual as pessoas não costumam associar a necessidade de adestramento aos gatos: considerar os felinos como animais independentes e que fazem as suas próprias vontades.

Mas até que ponto será que isso é verdade?

Os donos estão constantemente treinando seus gatinhos

Sem nem perceber.

De acordo com especialistas americanos em comportamento felino, os donos de felinos estão inconscientemente treinando-os todos os dias para fazer exatamente o oposto do que eles desejam.

Sabe quando você grita “NÃO” e corre para tirar o seu felino de um lugar que ele não pode ficar? Mas ele repete aquele comportamento dezenas e dezenas de vezes? Pois então. Você acha que está repreendendo, mas na verdade, está dando atenção ao gato. Na cabeça dele, significa que é uma forma de ganhar a sua atenção, o que é positivo e até gratificante.

É um básico princípio de adestramento: se a sua atitude resulta em algo que o felino gosta, ele vai fazer de novo.

O que devo fazer, então?

Basicamente, o contrário: ignorar o que você não gosta que ele faça e recompensar/dar atenção para aquilo que gosta que ele faça.

A resposta para a dúvida central deste artigo você já sabe: é, sim, possível adestrar gatos. Vamos conhecer mais formas de garantir que isso dê certo?

Dicas para o adestramento de felinos

1. Ignore os comportamentos indesejados – e estimule os desejados

Que tal ensinar a usar o arranhador… ao invés de ensinar a parar de arranhar o sofá?

Ignore quando o felino arranhar o sofá – e recompense-o pelo uso correto do item.

No entanto, é possível que em um primeiro momento o felino apenas duplique os comportamentos errados – até que perceba que sua atenção, agora, está voltada apenas ao outro comportamento.

2. Treine-o para vir sempre que for chamado

A dica é se posicionar a mais ou menos um metro de distância, chamar pelo nome do felino e estender o corpo, oferecendo um petisco. Assim ele começará a responder de maneira consistente. Aposte nisso!

3. Ofereça boas recompensas – em pequenas etapas

É sempre uma guerra cortar as unhas do felino? Então comece a recompensá-lo em etapas – primeiro para pegar nas patinhas, depois para pressioná-las e só depois para cortá-las. O processo é, de fato, longo e cansativo – mas vai te poupar muito tempo no longo prazo.

4. Seja paciente

Por fim, mas não menos importante: tenha paciência. Com o passar do tempo você vai perceber que os felinos não são assim tão inflexíveis e também desejam um relacionamento mais saudável com você.

Novidades e promos para o seu pet na palma da mão!

Gostou deste material? Em nosso app você fica por dentro de novidades e promoções para o seu pet (e é claro, também para os donos), além de conferir várias dicas como essa.
Não hesite: baixe agora o app e comece o quanto antes a receber as notificações preferidas para você e seu animal!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

Recent posts

Featured articles