COVID19 e pets o que você precisa saber

covid-e-pets-o-que-voce-precisa-sabe

Com todos os problemas que o Coronavírus vem causando, as pessoas estão preocupadas também com que isso afete os animais de estimação.

Até agora não há evidências de animais transmitindo a doença ou ficando doentes. Apenas em Hong Kong houve um caso em que o animal com material genético do vírus morreu, fora isso mais nenhum.

Além do medo de transmitir a doença para os animais, algumas pessoas estão enfrentando problemas na quarentena por terem que manter o bichinho em casa, principalmente para os moradores de prédios.

O recomendado é o mínimo de contato possível com outras pessoas, mas eles precisam sair para fazer suas necessidades, logo, é necessário que os donos tomem muito cuidado e respeitem as medidas de higiene recomendadas pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

Uma das maiores preocupações era que ocorresse o abandono desses animais, mas o que vem acontecendo é bem diferente, as pessoas estão adotando-os.

Adoção de animais

O isolamento na quarentena pode ser algo extremamente solitário para aqueles que moram sozinhos. Alguns têm varandas que possibilitam a comunicação com os vizinhos, mas isso não é suficiente. As séries e os filmes dos serviços de streaming e da TV não ocupam todo o tempo, então, as pessoas estão buscando outras formas de se entreter.

Uma delas é a adoção de animais de rua. Animais são grandes companheiros e ótimos para distrair e animar as pessoas. Eles ajudam a diminuir a tensão em meio a esse período caótico.

Nos Estados Unidos, por exemplo, Nova York registrou o aumento em 10 vezes no número de adoções de animais nesse período. Contudo, é de extrema importância que seja uma adoção consciente e que o animal não seja descartado após o fim da crise. Os critérios de adoção nesse período aumentam justamente por isso.

Cuidados

Tanto para os animais que estão chegando agora quanto para os animais que já estão em suas casas, todo cuidado é pouco. Nas casas de adoção, os profissionais evitam ao máximo o contato com o adotante e cuidam de todo o processo obedecendo as regras de higiene da OMS.

Já os donos dos pets, precisam tomar cuidado com os passeios, que devem ser rápidos, em lugares ao ar livre, sem aglomerações. E evitar que outros humanos acariciem os animais. Parques e praças cheios nem pensar.

O mais importante nesse período é não deixar de dar as vacinas, por isso a maior parte das clínicas veterinárias continuam abertas, com atendimento agendando e o mínimo de funcionários possíveis.

E também é recomendado que o atendimento seja feito com o máximo de descartáveis possível. E claro, se você estiver doente evite muito contato com o pet, sem lambidas e beijos ou contato com secreções.

Soluções online

Já existem soluções online de serviços para os pets, como entrega de produtos, como ração e outros itens que você possa precisar, especialmente neste momento de quarentena em que muito se necessita de opções de compra em delivery.

Por isso, acesso o nosso site ou aplicativo e confira tudo sobre isso, além de ter acesso a várias promoções e dicas. Faça o download na Apple (pesquisar por Petindica) ou Google Store e aproveite.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

Recent posts

Featured articles