6 coisas que você deve saber antes de levar um pet para casa

6_coisas_para_saber_antes_de_ter_um_pet

A decisão de ter um pet em casa, seja ele um cachorro ou gato, deve ser feita com muita responsabilidade. Sem dúvidas, esses bichinhos enchem nossa vida e a nossa casa com alegria, mas para tê-los não basta somente oferecer amor. Vemos diariamente casos de devoluções ou até mesmo abandono de pets, pois as pessoas não tem noção do nível de comprometimento que é preciso para cuidá-los de forma responsável. Veja a seguir 6 coisas que você deve saber antes de levar um amiguinho peludo para casa.

Pets soltam pêlos

Sim, eles são fofos, mas soltam pêlos na casa, algumas raças e espécies mais do que as outras, mas o inevitável é que isso irá acontecer. Cachorros pequenos não soltam, necessariamente, menos do que grandes e, normalmente, cachorros de pêlo curto soltam mais do que os de pêlo longo.

Podem destruir coisas

Ninguém gosta de ficar sozinho o dia todo, não é? Pets são animais sociais, se não tiverem atenção, carinho, adestramento, atividades físicas ou enriquecimento ambiental, eles podem destruir móveis, sapatos, paredes, etc.

Cachorro não é presente

Por mais que você ame cães e gatos, é preciso entender que pets são seres vivos, que exigem responsabilidade. O dia a dia para tutores deve ter rotina e ela possui inúmeras tarefas, tais como: horário da comida, petiscos, limpeza de suas necessidades e potes de comida e água, dia do banho, limpar caminhas, dar remédio, brincar, passear, etc. Resumindo, isso tudo deve ser levado em conta se você não possui muito tempo.

Crianças não são tutores

Crianças não exercem liderança, os cães por exemplo não as veem como líderes e sim como parte da matilha. É uma grande ilusão esperar que uma criança, ou até mesmo um adolescente, tomará conta de um pet. Se você não quer fazer isso, diga não para os pedidos insistentes de um filho para ter um bicho de estimação.

Escolha com cuidado

Não basta somente querer comprar/adotar um cão ou gato porque achou o filhote fofo. Esses filhotes crescem, por isso, avalie seu perfil, espaço em casa, pesquise antes sobre diferentes raças, converse com outros tutores, tenha o máximo de informações antes de tomar uma decisão.

Avalie suas condições financeiras

É preciso lembrar que uma parte da sua renda mensal vai para o pet, é alimentação (seja natural ou ração), brinquedos, vacinas, remédios, consultas, banho, acessórios, etc., portanto, antes de ter um, faça as contas e veja se consegue encaixar no seu orçamento.

Bichinhos são fofos e irresistíveis mas exigem responsabilidades que nem todos estão prontos para isso, portanto, verifique todos estes aspectos antes de tomar uma decisão, seja ela comprar ou adotar um pet.

 

👉Gostou do conteúdo? Então não deixe de seguir essas dicas incríveis, baixe também o nosso aplicativo (Google e Apple)!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

Deixe um comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

Postar Comentário

Recent posts

Featured articles