Depressão: como saber se meu pet não está sofrendo desse mal?

depressao-como-saber-se-meu-pet-nao-esta-sofrendo-desse-mal-20190422165321.jpg

A depressão é uma doença silenciosa que se instala aos poucos. Caracteriza-se por um desequilíbrio emocional que pode levar o indivíduo a ter alterações de humor bruscas. Os sintomas variam, mas geralmente envolvem tristeza sem motivo, angústia, frustração e desânimo. Assim como os seres humanos, os animais também possuem emoções. Por isso, eles também podem ser vítimas de depressão. Saiba como identificar se seu amigo está depressivo.

Sintomas de depressão no pet

Caso o seu amigo apresente um comportamento diferente do habitual é importante ficar alerta. Veja abaixo quais são os principais sintomas de depressão nos animais.

  • Tristeza profunda. É comum que o animal fique quieto em um canto da casa sem esboçar nenhuma reação;
  • Falta de apetite. Caso o animal pare de comer isso é um forte indício de que sua saúde pode estar debilitada;
  • Automutilação. Animais com depressão podem ter comportamentos como morder o próprio rabo ou as patas;
  • Movimentos repetitivos. Caso o seu bichinho fique obsessivamente realizando um movimento como se lamber, é importante investigar;
  • Choros e gemidos mais constantes.

Podemos notar que alguns sintomas são semelhantes aos que afetam os seres humanos com a doença. Por isso, é tão importante ter uma relação próxima com o pet para conseguir identificar esses comportamentos. Caso ele passe a se comportar de outra forma pode ser um sinal de que algo não vai bem.

Por que os animais podem ter depressão?

Assim como acontece com os seres humanos, a depressão nos animais pode ter múltiplos fatores. Uma das principais causas são alterações na rotina ou na casa em que vivem – como, por exemplo, quando algum outro animalzinho morre ou quando alguém vai embora da casa. Além disso, viver situações muito estressantes também pode gerar depressão em pets.

Vale lembrar também que os animais são muito ligados aos seus tutores. Portanto, quando estamos tristes é comum que o pet sinta isso e fique afetado. Por este motivo, você deve observar se os sinais de tristeza do seu amigo podem estar ligados com o seu estado emocional.

Como ajudar meu pet?

Antes de tudo é preciso procurar um bom veterinário para que ele faça uma avaliação. Os sintomas de depressão podem ser confundidos com os sintomas de outras doenças. Por isso, é importante descartar que o pet não esteja sofrendo com alguma outra condição.

Caso o diagnóstico seja mesmo depressão existem algumas coisas que você pode fazer para ajudá-lo. Uma delas é levar ele pra passear regularmente. Isso ajuda a reduzir o estresse e diminui o mal-estar que ele sente. É importante também servir sempre comida e água fresca, mostrando o cuidado que você tem com ele. Vale também brincar com ele em alguns momentos do dia. Dar mais atenção ao seu pet pode ser uma ótima forma de fazer com que ele espante a depressão.

A depressão ainda é uma doença muito estigmatizada na sociedade. No entanto, ela existe e é muito séria. Por isso, é importante buscar um tratamento aos primeiros sinais. Observe bem o seu pet e fique atento caso ele apresente sintomas. Cuide bem do seu amigo, assim como ele cuida de você!

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

Recent posts

Featured articles