5 problemas bucais que pode atingir os pets

5-problemas-bucais-que-pode-atingir-os-pets

Assim como os seres humanos, animais de estimação também estão sujeitos a doenças bucais. A boca é a cavidade corporal dos pets mais exposta a vírus e bactérias que, além de doenças orais, através da corrente sanguínea, podem migrar para outras regiões do corpo como:

– Fígado;
– Rins;
– Coração.

Causando, assim, danos graves a saúde dos bichinhos e colocando suas vidas em risco. A seguir, você vai conhecer 5 problemas bucais que podem atingir seu pet e ficar preparado para evitá-los ou combatê-los.

Doença periodontal

Doença periodontal é o principal dentre os problemas bucais a atingir cães e gatos. É causada por bactérias que, em decorrência a falta de higienização adequada, formam uma placa bacteriana — conhecida popularmente como tártaro — na superfície dental e entre dentes e gengiva.

Primeiros sinais da doença são:

– Mau hálito;
– Perda de dentes;
– Sangramento gengival;
– Dificuldade para se alimentar;
– Dentes “moles”.

Quando não tratada, a patologia causa gengivite, retração da gengiva, perda de ligamentos periodontais, degeneração do osso alveolar e perda dentária. Com a superfície gengival enfraquecida, bactérias podem, ainda, viajar pela corrente sanguínea e contaminar órgãos vitais dos pets.

Tratamento para a doença periodontal consiste na remoção da placa, desintoxicação periodontal e, se necessário, extração de dentes.

Fraturas dentárias

Fraturar os dentes é algo comum entre cães e gatos. Mas o problema é que, fraturas dentárias podem levar à exposição da polpa que, por sua vez, causa contaminação bacteriana e morte do tecido dentário, além de causar dores agudas ao animal.

Para evitar tais problemas, em qualquer caso de fratura, é essencial levar o bichinho imediatamente a um veterinário especializado para que o tratamento — canal ou extração do dente fraturado — seja realizado.

Alterações na oclusão

Alterações de oclusão nos pets surgem durante o desenvolvimento da arcada dentária e podem resultar problemas em:

– Comprimento da mandíbula e da maxila;
– Atraso ou persistência da dentição temporária;
– Traumatismos;
– Dentes a mais;
– Desenvolvimento muscular inadequado.

Independentemente da causa, alterações desse tipo podem trazer inúmeros problemas para os pets, como:

– Desgaste dos dentes;
– Dificuldade para mastigar;
– Alterações estéticas, funcionais e gastrointestinais;
– Falta de espaço entre dentes;
– Acúmulo de alimentos entre os dentes, que resulta em tártaro.

O tratamento das alterações de oclusão é específico para cada caso e atua amenizando os efeitos da patologia. Por isso, o primeiro passo é procurar um médico veterinário de qualidade.

Reabsorção dentária

Em determinados casos, para conter a placa bacteriana, o sistema imunológico dos pets exerce uma resposta exagerada, que resulta em um problema conhecido como lesão de reabsorção dentária. O animal sente muita dor, principalmente para comer, o que resulta em perda de peso e desidratação.

Os donos de pet devem ficar atentos a sinais, como: recusa de alimentos, salivação em excesso, vermelhidão na região bucal e hábito de esfregar a pata na boca sem motivo aparente.

O método de tratamento mais eficaz é a extração do dente lesionado, que deve ser feita o quanto antes, para evitar que o problema evolua até se tornar irreversível.

Neoplasias orais

Animais de estimação também podem ser acometidos por neoplasias, ou seja, tumores causados pelo aumento do número de células, tanto benignas quanto malignas.

Principais sinais de alerta para neoplasias orais são: perda de apetite, mau hálito, salivação excessiva, hemorragia na cavidade bucal, dificuldade de deglutição e de locomoção, descarga nasal, deformidades anatômicas e perda de dentes.

Assim como nos humanos, as neoplasias que atingem os pets demoram a apresentar sintomas e, quando isso acontece, é porque já estão em um estágio avançado, o que diminui as chances de sucesso do tratamento, geralmente feito por meio de cirurgia, seguida de quimioterapia.

Por causa disso, é essencial que visitas periódicas ao veterinário sejam mantidas. A saúde bucal dos pets precisa de atenção para que o bem-estar do animal esteja garantido.

Para mais dicas como estas, novidades do mundo pet e promoções, instale nosso app.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

Recent posts

Featured articles