Castração de gatos: Saiba o que muda no comportamento do seu pet após o procedimento

Postoperative bandage on a cat. Care of a pet after a cavitary operation (castration, sterilization)

Uma das medidas que muitos donos de bichos de estimação costumam tomar ao longo da vida do pet é castrar o animal. Esse tipo de procedimento é bastante comum e, em alguns casos, até recomendado pelos veterinários, sem nenhum problema maior para os bichinhos.

Mas é fato, também, que isso costuma mudar o comportamento. Falando especificamente sobre os gatos, é importante que os donos saibam quais serão estas alterações, até para poder controlar e entender melhor se, de fato, houve alguma mudança radical no jeito de ser do pet.

Por isso, a seguir, apresentaremos algumas das mudanças de comportamento pelas quais, geralmente, os gatos passam ao serem castrados.

Menos saídas de casa

Quem é dono de gato sabe que eles adoram escapar de vez em quando, saindo de casa e voltando posteriormente. Com a castração, a tendência é de mudança neste comportamento. Não é certo que eles nunca mais sairão, mas a frequência diminui.

Primeiro, porque eles não sairão para cruzar com outros gatos que estejam pelas ruas. Ao mesmo tempo, como há um corte na produção hormonal, a tendência também é de que tenham menor necessidade de sair para mostrar força, o que muitas vezes leva até a confusões com outros bichos da mesma espécie nas ruas.

Sendo assim, a castração faz com que os hábitos do gato se tornem mais caseiros e calmos, com o pet passando a ficar tranquilo em seu lar por mais tempo.

Menos energia

Ao mesmo tempo em que sai menos, naturalmente o gato acaba perdendo energia. Ele não se movimenta com a mesma intensidade, não sai para a rua com a mesma frequência e, com isso, gasta menos calorias. Logo, outro comportamento que pode surgir é o bicho passar mais tempo parado e, com isso, ganhe peso.

Para cuidar melhor da saúde dos animais castrados, os donos podem passar a comprar rações específicas para bichos nesta condição. Sim, elas existem e garantem uma nutrição mais balanceada para gatinhos que, com menos energia, não movimentarão o corpo da mesma forma de antes.

Menor necessidade de marcar território, menor agressividade e ciúme

Os bichos de estimação costumam se impor em suas casas ou mesmo na rua, para marcar território. Por exemplo, urinando em determinados lugares. Com a castração, isso também diminui.

A necessidade de impor superioridade em um local específico se esvai. Além disso, a tendência é de que ele se torne menos agressivo com outros exemplares da espécie ao encontrá-los na rua, por exemplo.

E, por fim, ainda se torna um bicho menos ciumento, com menos necessidade de “brigar” pelo que considera seu, o que entra de certa forma na ideia de comportamento menos agressivo.

Estas são algumas das principais mudanças de comportamento causadas pela castração. E todas são naturais, já que o procedimento afeta diretamente a produção hormonal do bicho de estimação. Como a maior parte das reações citadas acima são causadas por questões hormonais, nada mais natural do que a mudança.

👉 Gostou deste conteúdo? Saiba mais sobre nós. Somos um site/aplicativo que oferece dicas e promoções de serviços ou produtos em geral, para animais de estimação e seus donos. Não perca tempo e baixe agora mesmo nosso app, para ficar por dentro de tudo que fazemos.

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on linkedin
LinkedIn
Share on whatsapp
WhatsApp

Recent posts

Featured articles